sexta-feira, 1 de janeiro de 2016

Medialunas de Manteiga e Facturas Argentinas

Olá Leitores do Blog Mania de Mulher!
 

O ponto fraco de inúmeras pessoas (inclusive o meu) é o açúcar! Os doces nos proporcionam um bem estar incrível e as vezes não há nada de mal em nos render à essas gostosuras. Por isso, hoje trago Medialunas Dulces e Facturas Argentinas, minha primeira experiência com massa folhada e, na verdade, confesso que eu nunca fiz pão ou massa para pizza ou qualquer outro tipo de massa.
Sei exatamente o que você deve estar pensando agora... "Que loucura! Ela nunca fez nenhum tipo de massa e se aventurou em tentar fazer massa folhada?".
Sim. É por essa razão que dei à TAG o nome "Minhas Aventuras na Cozinha", pois essa foi uma verdadeira aventura!
A massa folhada, em espanhol "masa hojaldrada" recebe um empaste de manteiga, que deverá permanecer dentro da massa quando ela for dobrada e esticada. Vejam na foto abaixo...



Minha primeira tentativa foi desanimadora, pois a massa furou e a manteiga saída pelo orifício e causava maior "lambança", rsrsrs. Foi um desastre! Dois dias depois refiz a receita, porém com algumas modificações na tentativa de facilitar minha vida e novamente a massa furou, mas com paciência e jeitinho consegui consertar o erro.
Para fazer massa folhada, temos que dar dobras na massa. Segundo a receita seriam 3 dobras simples, mas como minha massa furou e vazava manteiga precisei dar muito mais que 3 dobras e fui salpicando um pouco de trigo para absorver a manteiga. Por incrível que pareça deu certo essa tática e não afetou o sabor.



Observei que o tipo da farinha de trigo pode influenciar na massa. A farinha de trigo usada na receita é Tipo 0000 e nos supermercados só encontrei farinha de trigo Tipo 1. A farinha de trigo tipo 0000 passa por um refinamento maior, deste modo ela possui uma quantidade bem menor de glúten em relação à farinha Tipo 1. O glúten nessa receita não é muito bem vindo porque ele faz a massa encolher. Percebi que depois das dobras, quando eu ia esticar a massa, ela não se esticava com a mesma facilidade da massa feita com farinha tipo 0000. Então eu empregava um pouco mais de força, daí a massa furava e a manteiga saía!
Em fim, "aos trancos e barrancos" o resultado final foi esse...


A receita rendeu 14 medialunas e 6 facturas. Cozinhei na panela de pressão uma lata de leite condensado, assim quem fosse degustar recheava, ou não, a medialuna de acordo com seu gosto! As facturas foram recheadas com um creme de ricota adoçado e raspas de limão siciliano (ficaram maravilhosas!).
Como sou iniciante, grande parte das medialunas ficaram num formato feio, acho que dei pouco espaço entre elas na forma e quando cresceram, por estarem muito juntinhas, acabaram perdendo o formato que deveriam ter. Quando você for fazer também, fique atenta ao espaço entre elas! Vejam as medialunas na forma...
 


O brilho sobre as medialunas dá-se por causa de uma calda feita com água e açúcar que pincelei sobre elas assim que saíram do forno, quando ainda estavam quentes. Os argentinos dão à essa calda o nome de almíbar.
Na argentina, as medialunas são servidas geralmente no café da manhã, existem as doces e as salgadas. Entre os turistas brasileiros elas fazem muito sucesso. Mediluna é uma herança dos franceses, quem nunca provou um croissant?
A receita que irei compartilhar com vocês resulta em uma massa folhada diferente, porque ao partir conseguimos ver as camadas de massa, mas não ficam crocantes e sim macias, fofinhas e úmidas! 
Nunca havia provado em minha vida uma massa tão gostosa como essa!
Vou incorporar aqui no Blog Mania de Mulher o vídeo, que está dividido em três partes, ensinando o passo-a-passo para fazer medialunas e facturas. Foi neste vídeo que me baseei para fazer a receita.
Como disse anteriormente, fiz pequenas modificações na receita. Listo os ingrediente abaixo já com essas modificações:

Ingredientes para a Massa:
500 gr. de farinha de trigo (usei tipo1)
150 mL de leite morno
2 ovos grandes (cerca de 130 gr.)
1 colher de café de essência de baunilha
50 gr. de manteiga
10 gr. de sal
65 gr. de açúcar
20 gr. de fermento biológico fresco (verão). Usar 30 gr. se for inverno.
150 gr. de manteiga para o empaste


Ingredientes para o Recheio:
Creme de Ricota fresco
Raspas da casca de limão siciliano ou de laranja
Açúcar refinado à gosto para adoçar o creme de ricota.


Ingredientes complementares:
Gema de ovo mesclada com leite para pincelar as medialunas e facturas para que elas fiquem coradas.
Açúcar cristal para decorar as facturas.

Ingredientes para Almíbar
1 xícara de açúcar cristal
1 xícara de água
Misturar tudo até dissolver o açúcar e deixar no fogo até formar uma calda levemente espessa.

CONFIRAM O PASSO-A-PASSO


Medialunas de Manteca y Facturas Parte 1
Medialunas de Manteca y Facturas Parte 2
Medialunas de Manteca y Facturas Parte 3

Minhas adaptações da receita: Note que na receita original a quantidade de manteiga é maior. Em minhas adaptações utilizo um total de 200 gr. de manteiga, sendo que 50 gr. eu adiciono à massa e 150 gr. para o empaste. Outra alteração que fiz é em relação ao tempo de espera de 24 horas depois que a massa fica pronta. Eu não respeitei esse tempo, ao terminar a massa já fui cortando-a no formato adequado  para fazer as medialunas e as facturas. Na receita original as facturas recheadas com o creme de ricota não recebem almíbar, porém, nas quais fiz pincelei almíbar e salpiquei um pouquinho de açúcar cristal para decorá-las.




Se você gostou do post, não esqueça de curtir e compartilhar com seus amigos no facebook!
Um grande abraço e até a próxima...

L E I A   T A M B É  M :