quinta-feira, 18 de julho de 2013

Iniciando a Arte da Dança do Ventre

 

Olá queridas amigas do Blog Mania de Mulher!

Hoje irei compartilhar um pouco mais da minha vida e intimidade com vocês, espero que curtam o post de hoje, pois preparei com muito carinho!

Como podem perceber, através do título do post, estou iniciando a arte da dança do ventre e pretendo, no decorrer do tempo, compartilhar com vocês minha evolução e os resultados obtidos.

Mas por que, dentre tantas modalidades, escolhi justamente a dança do ventre?

danca-do-ventre-azul

Quatro Principais Razões para Escolher a Dança do Ventre

A) Para me exercitar: Ao longo dos últimos cinco anos venho ganhando peso gradativamente, e essa situação se acentuou depois que parei com as aulas de dança de salão à um ano e meio. Eis aqui alguns benefícios fisiológicos da dança do ventre: ativa a circulação, favorece os pulmões através de respirações rítmicas, enrijece e tonifica os músculos, melhora o processo digestivo, aumenta a disposição para as atividades diárias, alivia as tensões do corpo, auxilia em problemas menstruais e hormonais, aumenta a flexibilidade etc. Não vou entrar em detalhes aqui, porque pretendo fazer um outro post sobre os benefícios.

B) Ansiedade e Mal humor: sim, nos últimos tempos tenho estado mal humorada sim! A ansiedade têm me levado à consumir doces compulsivamente, me sinto como se fosse viciada em alguma droga quando fico sem doce. No trabalho abro e fecho constantemente o armário onde guardo meus pertences, como se eu fosse encontrar alguma guloseima esquecida ali, a boca começa a salivar e o cérebro a pedir doce, doce, doce… bate aquele desespero e quando finalmente eu cedo aos meus desejos, como muito doce até sentir enjoos. Será que sou uma viciada em doces? Será isso possível? Enfim, doces + sedentarismo = ganho de peso. Eu já sabia, mas ignorava, que a prática de atividades físicas libera substâncias no organismo que geram o bem estar, melhorando o humor. Eis aí um remédio natural.

C) Dores na coluna: No últimos 2 ou 3 meses, venho sofrendo de dores na coluna, devido à má postura. Só percebo que estou toda torta e com as costas envergadas, quando começo a sentir dores. Com a dança do ventre, aprendemos a observar nosso corpo e trabalhar a reeducação postural.

D) Paixão pela dança: Quando eu era criança, juntamente com minha irmã, primas e primos, colocávamos músicas da Xuxa e dançávamos conforme as coreografias dos seus programas, como nos divertíamos!!! Ah… lembro-me que uma vez criamos uma coreografia com música natalina para apresentar para a família durante as festividades do natal. E a lambada? Sou do tempo da lambada nos centros de lazer do meu bairro. Na infância também fiz ballet por um curto período. Resumindo, desde pequena recebi estímulos da família para a dança. Então pensei: "Tenho que procurar atividades físicas relacionadas à algo que gosto de fazer (dançar) para poder me exercitar por prazer, e não por obrigação." A dança do ventre desperta a mulher para o seu próprio corpo, fazendo-a perceber-se enquanto ser criativo, sensual, com potencial, com individualidade, dentre outros fatores que transformam a dança em um veículo para um conhecimento mais profundo de si mesma.

Uma vez que os problemas foram identificados paralelamente à possível solução, é hora de partir para a ação.

Primeiro Passo: Alimentação

A mudança de hábitos alimentares é imprescindível, mas estou fazendo de forma gradual para não ser sofrível.

Comecei incluindo alimentos integrais na minha alimentação, como arroz e pão de forma integral; substituí o presunto e a mussarela por queijo frescal filtrado ligth; ainda como doces mas consegui reduzir a quantidade; introduzi a biomassa da banana e o consumo de aveia na alimentação; nos intervalos entre as refeições consumo alguma fruta, procuro me alimentar a cada 3 horas e diminui a ingestão de alimentos fritos.

Estou mantendo outros comportamentos benéficos que já fazia anteriormente, como beber bastante água (cerca de 2 a 3 litros/dia), tomar refrigerantes moderadamente aos finais de semana somente; consumir carne vermelha esporadicamente (não gosto desse tipo de carne), mas consumo às vezes por questão de saúde. 

Segundo Passo: Escolher uma Escola de Dança

A escola que eu escolhi chama-se Espaço Ventre Vida, que conheci através de pesquisas no Google.

No site da escola, os vídeos das apresentações das alunas me deixaram encantada, mas o que mais chamou a minha atenção foi que em um deles notei mulheres maduras e um pouco avantajadas fisicamente dançando com muita delicadeza e com um sorriso lindo no rosto.

Outro fator determinante para a escolha, foi o horário da aula no final de semana, pois trabalhar e estudar consomem muito tempo da minha vida. Não posso ter nenhum compromisso durante a semana, a não ser o de trabalhar e estudar.

Ao chegar pela primeira vez na escola, uma das professoras me convidou para assistir a sua aula e participar, mas fiquei inibida e resolvi permanecer como expectadora, mas logo no dia seguinte, marcamos uma aula gratuita para que eu pudesse aprender alguns movimentos e a partir daí saber se realmente eu queria prosseguir.

Terceiro Passo: Trajes e Acessórios

Para as aulas, fui aconselhada a vestir roupas confortáveis. Notei que a grande parte das alunas usam legging, com top ou collant. Elas preferem roupas coladas ao corpo ou barriga descoberta para visualizar os movimentos de definição do abdômen.

Como sou iniciante, não sei afirmar se a sapatilha meia ponta pode ser classificada como um acessório, mas sei que há algumas dançarinas que preferem dançar de pés descalços, outras preferem usar sandálias confortáveis com solas flexíveis, como por exemplo, sapatilhas de balé.

Os europeus e norte americanos que influenciaram o uso de calçados na dança do ventre. Atualmente marcas conhecidas como a Capézio desenvolveram sandálias de salto específicas para dança do ventre.

Há uma vertente da dança do ventre que defende o uso de sandálias, pois fica mais elegante e não deixam os pés sujos à mostra, em contrapartida, existem os defensores de pés descalços por causa da energia e simbologia do contato da planta dos pés com a terra.

Particularmente, decidi comprar uma sapatilha meia ponta com sola dividida porque não gosto de ficar descalça em outros locais que não seja a minha casa.

images

A sapatilha é bege, de lona, da Capézio, e foi adquirida na loja Unisport no centro de Piracicaba e, definitivamente, nunca mais quero pisar naquela loja, pois o atendimento foi péssimo!

Também encomendei pela internet, um lencinho de cintura enfeitado com moedas, apenas para fazer os barulhinhos quando eu movimentar os quadris, rs… embora o lenço ainda não seja tão necessário.

Comprei o lenço mais barato, similar ao da foto abaixo. Na verdade eu queria na cor preta, mas meu namorado me convenceu a encomendar o rosa, portanto, o meu lenço será rosa!

lenços

 

Quarto Passo: Dedicação

A dedicação entra em cena e também a paciência para aprender as técnicas aos poucos, sem pressa, pois mais vale saber poucos passos e executá-los de forma limpa, leve, graciosa e sem perigo de lesões do que saber muitos passos, mas executá-los de forma desajeitada ou vulgar.

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, a dança do ventre não é somente balançar os quadris e sensualizar. É necessário a consciência corporal, a tonificação, o alongamento da musculatura e muita, muita repetição, pois através da repetição o corpo memoriza os movimentos e desta forma o aperfeiçoamos.

Minha visão ainda é muito limitada sobre a arte da dança do ventre, mas tenho grandes expectativas de que irei alcançar muito mais do que a perda de peso e melhora da minha postura e humor, irei conhecer um mundo novo através dessa arte milenar.

Um forte abraço e até a próxima…

LEIA TAMBÉM

Creme com Veneno de Abelhas – Opinião

Anti Rugas com DMAE e Ác. Alfa Lipóico

Gel Esfoliante Toque da Natureza

Batom Ruby Woo – M A C

Batom Cremoso Koloss Rosa Elegance

Base Líquida Mary Kay

Estou Usando Absolut Control – L'Oreal

terça-feira, 16 de julho de 2013

Primeiro Selinho do Blog

 

Olá queridas leitoras do Blog Mania de Mulher!

É um muita alegria, que venho compartilhar com vocês o Selinho que eu ganhei da blogueira July Sgarioni.

http://july-sgarioni.blogspot.com.br/

Gostaria de agradecer à July e também às leitoras do Blog Mania de Mulher, pelo carinho e reconhecimento.

selinho

E agora, também darei a continuidade para esta maravilhosa iniciativa, que nos permite conhecer o trabalho de outras amigas blogueiras.

Vamos às regras:

  • Agradecer a pessoa que te deu o selinho e colocar o link dela
  • Escolher 15 blogs com menos de 200 seguidores
  • Avisar os blogs que você indicar
  • Escrever 7 coisas que você gosta

Os Blogs que Indico:

July Sgarioni - http://july-sgarioni.blogspot.com.br/

Carol Quertz - http://www.carolquertz.com/

Isabela Farias - http://isabelefarias.blogspot.com.br/

Rosto de Menina e Corpo de Mulher - http://mayrinhafogaca.blogspot.com.br/

No meu Bolso - http://noseubolsoo.blogspot.com.br/

Á Flor da Pele -  http://nandaaflordapele.blogspot.com.br/

Mahsimas - http://mahsimas.wordpress.com/

Você Divando - http://vocedivando.blogspot.com.br/

Princess Jujube - http://princessjujube.blogspot.com.br/

Mundo da Vê - http://mundodavee.blogspot.com.br/

Cllara Maranhão - http://cllaramaranhao.blogspot.com.br/

Menina Feshion - http://mariliaalmeida03.blogspot.com.br/

Exagero de Rímel - http://exageroderimel.blogspot.com.br/

O Toque que Faltava - http://otqf.blogspot.com.br/

Piradas do Mundo - http://piradasnomundoo.blogspot.com.br/

**Como eu conhecia somente o blog da Carol Quertz que se encaixava na regrinha dos 200 seguidores, acabei copiando as indicações da nossa amiga July.

 

Sete Coisas Que Eu Gosto:

  • Dançar
  • Ler livros de ficção, fantasia e romance
  • Me maquiar
  • Pegar um cineminha com o love
  • Passear com as minhas sobrinhas
  • Experimentar temperos diferentes
  • Editar vídeos caseiros

** Não consigo classificar as coisas que eu gosto fazer em ordem de importância, pois todas são muito prazerosas e uma complementa a outra.

Peço a gentileza que as leitoras do Blog Mania de Mulher, prestigiem as indicações.

Um grande abraço.

LEIA TAMBÉM

Cachos Perfeitos: Curl Formes ou Babyliss?

Estou Usando Absolut Control L'Oreal

Batom Ruby Woo MAC

Creme com Veneno de Abelhas – Opinião

quinta-feira, 11 de julho de 2013

Cachos Perfeitos: Curl Formes ou Babyliss?

 

Olá queridas leitoras do Blog Mania de Mulher!

Cabelos cacheados ou ondulados são sinônimos de sensualidade, personalidade, atitude e claro… nos dão um ar de mulher fatal. Por essas razões – sempre que possível – opto por proporcionar maior textura e volume aos cabelos quando vou em eventos especiais ou até mesmo baladas noturnas.

Para isso, conto com a ajuda do meu querido aplique – vejam a resenha aqui – que além de alongar, proporciona mais volume às madeixas. Também conto com a ajuda de um formador de cachos (num passado não tão distante, eu usava o babyliss, mas atualmente utilizo o curl formes).

Porém, a pergunta que não quer calar é "Qual é o método mais vantajoso?"

CURL FORMES             X              BABYLISS

DSC05488

baby-liss

A ação do calor é um fator determinante para modelar os cabelos através do babyliss. Acredito que o brilho seja o único ponto positivo que o aparelho proporciona aos fios devido à emissão do calor, contudo o uso contínuo de fontes de calor podem deixar os cabelos ressecados e fragilizados ocasionado porosidades, pontas duplas, fios quebrados, frizz, etc…

Além disso, pessoas desajeitadas (como eu) sofrem às vezes com queimaduras nas mãos e dores nos braços ao manejar um babyliss.

DSC05487

 

Já a ação do curl formes pode ser comparada com a ação dos bobes. São rolinhos que através de um determinado tempo em contato com os cabelos, modelam os fios . Se quisermos cachos bem definidos e duradouros, temos que introduzir mecha à mecha de cabelo ainda úmido dentro dos rolinhos com a ajuda da agulha, em seguida aguardamos até que os cabelos sequem naturalmente e ao retirar os rolinhos, surpresa… lindos cachos. Mas, se o objetivo for apenas ondular os fios, procede-se da mesma forma, porém com os cabelos secos e o tempo de pausa poderá ser menor.

 

 

As vantagens do curl forms são diversas, como por exemplo, a possibilidade de obter um cacheado similar ao proporcionado pelo babyliss, porém sem agredir os cabelos (fique livre dos fios ressecados e porosos por causa do calor excessivo); rapidez e praticidade, porque você mesma pode fazer todo o processo sem  ficar com dores nos braços; resultado natural e duradouro, além da facilidade de aquisição pela internet.

 

DSC05468

DSC05470

DSC05475

Antigamente, usando o Babyliss:

Para arrumar meus cabelos, eu fazia da seguinte forma:

a) lavava e condicionava meu aplique no dia anterior, b) aplicava um protetor térmico com os fios ainda úmidos, penteava e deixava o aplique secar naturalmente, como meu aplique é feito de cabelos lisos, mesmo secando naturalmente os fios ficam alinhados, c) no dia seguinte, lavava e condicionava meus próprios cabelos, d) aplicava um protetor térmico e secava com o secador, e) em seguida eu dividia meu cabelo e ia colocando as peças do aplique. f) depois eu fazia os cachos com o babyliss separando mecha à mecha, g) por último aplicava o fixador extra forte. O curioso é que formava muito frizz, volume em demasia e os cachos não duravam mais do que 4 horas.

Então, decidi alterar o método de cachear meus cabelos, para preservar meu aplique, uma vez que cabelo humano custa muito caro. As mulheres que possuem aplique sabem que todo cuidado é pouco.

Atualmente, usando o Curl Formes:

a) depois de lavar e condicionar meu aplique, faço um mix de dois tipos de leave in, um para controlar o volume e outro para ativar os cachos e aplico ao longo dos fios sem economizar, b) depois coloco os rolinhos nas mechas ainda úmidas, c) no dia seguinte coloco alguns rolinhos em meus cabelos naturais limpos e completamente secos, e permaneço cerca de 3 horas com os mesmos, d) em seguida, retiro os rolinhos do aplique e também os rolinhos dos meus cabelos naturais, e) então, inicio a colocação das peças do aplique em minha cabeça, f) depois passo os dedos entre os fios para soltar os cachos de forma que o cabelo fique natural.

Fazendo dessa forma, consigo cachos duradouros sem a necessidade de spray de fixação e o melhor de tudo… com volume controlado, maciez e nada de frizz.

R e s u l t a d o :  Aplique + Curl Formes

DSC05481

DSC05483

 

 

 

 

 

E você, prefere qual método: curl formes ou babyliss?

 

L E I A   T A M B É M

Resenha Linha Absolut Control L'Oreal

Shampoo e Condic. TIGI Bed Head Color Goddess

Condicionador Nutri-Thermique Kérastase

Resenha Kérastase Resistance

Mix p/ os cabelos: Tânagra, Kérastase e Amend

Joico Moisture Recovery Treatment Balm

sexta-feira, 5 de julho de 2013

Estou Usando Absolut Control – L'Oreal

 

Olá queridas leitoras do Blog Mania de Mulher!

Hoje irei compartilhar com vocês a minha recente aquisição para cuidar diariamente dos cabelos: os produtos da linha Absolut Control Série Expert, da famigerada e idolatrada L'Oreal Professional.

DSC05409

Sempre fui relutante em relação a aquisição de produtos dessa marca, pois de um lado ouvia comentários de que os resultados eram fantásticos, milagrosos, maravilhosos… em contrapartida, também ouvia comentários de que os preços praticados não eram condizentes com a qualidade dos produtos, ou seja, que o preço estava muito além do resultado que o produto proporciona.

A dúvida em relação a comprar ou não sempre foi presente, porque de fato os produtos são caros e sabemos que nem tudo o que é caro é bom! Mas, ao ir ao salão de beleza para fazer um corte e uma hidratação, o cabeleireiro usou o shampoo, a ampola e a máscara Absolut Control L'Oreal e finalizou com uma escova. Meu cabelo ficou muito hidratado, sem volume algum, muito perfumado, com muito brilho e até a cor do meu cabelo ficou mais "viva".

Então, finalmente, perdi o medo de me decepcionar e comprei, não a linha completa, mas alguns produtos da linha.

A linha completa é composta por: shampoo; shampoo-creme; condicionador; máscara intensiva; creme de pentear e ampola unidose.

A Linha Absolut Control foi desenvolvida para a mulher brasileira, especialmente de cabelos ondulados, que necessitam de maiores cuidados. É uma linha de tratamento para cabelos volumosos, desidratados, indisciplinados e sensibilizados. A marca não promete alisar, mas sim domar o volume e o frizz de forma natural (promove 30% mais hidratação, 65% mais redução de volume e 80% de redução de frizz).

Os produtos da linha contam com o ácido glutâmico, um aminoácido que repara e disciplina o fio. Sua ação é reforçar a fibra capilar, preservar o filme hidrolipídico e impedir a ação da umidade externa. A linha também conta com a manteiga de murumuru, que proporciona um resultado de maciez absoluta na fibra capilar e garante o controle do frizz por muito mais tempo.

Os ítens que comprei foram os seguintes:

01 shampoo 500 mL (já vem com válvula pump)

01 shampoo-creme 250 mL

01 Condicionador 1,5 L (tive que comprar válvula pump à parte)

01 Creme modelador sem enxágue 250 mL

Ganhei de brinde uma ampola da mesma linha

DSC05412

 

DSC05402

 

 

Uma curiosidade é o shampoo-creme, elaborado para cabelos extremamente ressecados, possui a consistência firme de um creme e não faz nenhuma espuma, mas não é um creme mas sim um shampoo que limpa os cabelos e ao mesmo tempo hidrata!

 

 

 

 

 

Pretendo usar os produtos por um tempo maior, para somente depois, relatar minhas opiniões aqui no blog, mas uma informação útil eu já posso adiantar com toda a certeza do mundo: o produto não diminuiu o frizz em meu cabelo.

Na cidade onde moro, tivemos cerca de 5 dias chuvosos, então eu pensei "essa será a prova de fogo", infelizmente a linha que promete 80% de redução de frizz, não compriu nem ao menos com 10%.

Quando deixo meu cabelo secar naturalmente, forma muito frizz, mesmo utilizando shampoo, condicionador e creme de pentear da linha. Em dias sem chuva, meus cabelos também continuaram com frizz, a única coisa que contribuiu efetivamente para a redução do frizz foi o óleo de argan.

No entanto, o brilho e a maciez são incontestáveis!!! Continuarei com a minha saga em tentar reproduzir os resultados do salão em minha própria casa. Ainda é muito cedo para afirmar se sinto amor ou ódio em relação à marca, mas com certeza a linha tem seus pontos positivos e negativos.

Também continuarei tentando entender o sentimento de idolatria e devoção de uma parte das consumidoras brasileiras em relação à marca, uma vez que meus contatos iniciais com os produtos me levaram a entrar para o mesmo time das mulheres que acreditam que pelo preço poderia ser melhor a qualidade. Vamos ver se com o tempo, a marca me conquista!

Agora vocês já sabem… em breve minha opinião de forma mais detalhada sobre os produtos.

Um forte abraço.

**ATUALIZAÇÃO IMPORTANTE** em 21/09/13

Confiram a resenha, após 2 meses usando os produtos Absolut Control:

http://www.blogmaniademulher.blogspot.com.br/2013/09/resenha-absolut-control-loreal.html